SUSE Studio 1.3 melhora a implantação em EC2, OpenStack e SUSE Cloud 

Nuremberg, Alemanha – 20 de maio de 2013 – A SUSE® anuncia a disponibilidade geral da solução SUSE Studio™ 1.3 para ISVs e data centers corporativos. Essa recente atualização da ferramenta para criação de imagem traz novos recursos que ajudam os clientes a implantarem e gerenciarem mais facilmente cargas de trabalho portáteis em ambientes virtuais e em nuvem como Amazon EC2, OpenStack e SUSE Cloud. Reduzindo a implantação e o tempo para gerenciamento do ciclo de vida do aplicativo, os departamentos de TI, fabricantes independentes de software e OEMs oferecem novas tecnologias e serviços de forma mais rápida para constante competitividade.

SUSE Studio ajuda os clientes na criação de imagens de aplicativos de software em diversos formatos e na implantação das mesmas em hardware físico em ambientes virtualizados ou ambientes em nuvem. SUSE Studio armazena todas as informações relacionadas à criação para que os clientes possam reproduzir, alterar, testar e implantar as atualizações rapidamente através de uma interface simples de usuário. A interface de usuário do SUSE Studio é facilmente acessada via navegador.

"A ownCloud, que oferece às empresas software para compartilhamento e sincronização local integrado à infraestruture existente, é facilmente extensível e oferece a mesma experiência de usuário que os funcionários esperam de uma solução para compartilhamento e sincronização de arquivos ", explica Matt Richards, vice-presidente de Produtos ownCloud. "Com o SUSE Studio conseguimos criar facilmente um pacote, configurar e oferecer imagens ownCloud para os nossos clientes. A agilização de todo o processo por intermédio da interface intuitiva do SUSE Studio, simplifica a configuração, manutenção e o gerenciamento de aplicativos de software. Nossos clientes têm mais facilidade para baixar, testar e implantar ownCloud, com consequente impacto significativo nos resultados. Conseguimos criar pacotes dos nossos softwares de forma fácil, rápida e continuamente."

Aprimoramentos na nuvem

A solução SUSE Studio 1.3 integra-se tranquilamente comSUSE Cloud, a plataforma de computação em nuvem movida a OpenStack, também da SUSE. Com SUSE Studio 1.3, os clientes podem selecionar SUSE Cloud como formato de imagem de aplicativos predefinido. Além disso, usando o recurso webhooks da SUSE Studio roda as imagens em SUSE Cloud criadas com SUSE Studio são importadas automaticamente e na mesma hora para SUSE Cloud. Facilitando o aprovisionamento de novas cargas de trabalho em nuvem e oferecendo os recursos computacionais necessários para os negócios, a equipe de TI melhora os tempos dos ciclos.

Entre os aprimoramentos com relação à nuvem pública estão a capacidade de os clientes de Amazon Web Services subirem e iniciarem instâncias de Amazon EC2 diretamente do SUSE Studio. O SUSE Studio 1.3 oferece uma interface aprimorada para ambientes Amazon EC2 e também suporta todas as regiões Amazon EC2.

Aprimoramentos em virtualização

Segundo o Enterprise Strategy Group, os ambientes de TI são extremamente heterogêneos, compreendendo diferentes sistemas operacionais, plataformas de hardware e aplicativos corporativos. Em uma pesquisa realizada recentemente com 440 profissionais de TI, 65% das empresas entrevistadas disseram que utilizam mais de um hipervisor.

O SUSE Studio 1.3 facilita ainda mais para os departamentos de TI a implantação de uma estratégia com vários hipervisores, agregando todos os drivers necessários para integração com Hyper-V Manager. Agora os aplicativos virtuais criados com SUSE Studio rodam tranquilamente em ambientes Windows Server. Além disso, o Studio 1.3 suporta KVM nativo, o formato preferido para SUSE Cloud e OpenStack.

O SUSE Studio 1.3 suporta todas as plataformas estratégicas de nuvem e virtualização, entre elas as máquinas virtuais VMware, VirtualBox, Xen, KVM, Hyper-V, OVF e SUSE Cloud, OpenStack e Amazon EC2. A ferramenta aumenta a portabilidade de software nos ambientes virtuais e em nuvem e   ainda reduz os custos associados ao desenvolvimento com imagens de aplicativos otimizadas e prontas para rodar em várias plataformas em nuvem e de virtualização.

Gerenciamento do ciclo de vida

O SUSE Studio 1.3 é uma forma mais fácil de manter e corrigir imagens criadas com SUSE Studio. Uma nova guia de atualização do SUSE Studio permite que os administradores agreguem SUSE Lifecycle Management Server como agente de gerenciamento antes di início da criação de imagem. O SUSE Lifecycle Management Server oferece aos clientes uma plataforma comum para gerenciamento das atribuições e oferta de atualizações unificadas para imagens implantadas usando SUSE Studio.

"O SUSE Studio, principalmente em combinação com SUSE Manager e SUSE Cloud, destina-se a facilitar a implantação dos aplicativos e ajuda a reduzir os custos e recursos, viabilizando uma jornada mais segura rumo à nuvem", explica Andreas Jaeger, gerente sênior de produto da SUSE. “Nossa versão mais recente, SUSE Studio 1.3, é a próxima etapa para a implantação e o gerenciamento eficiente do ciclo de vida dos aplicativos em ambientes virtuais e em nuvem." 

O SUSE Studio 1.3 traz novos recursos que melhoram as implantações em ambientes em nuvem e virtuais. A recente atualização também melhora o gerenciamento de aplicativos nos ambientes físicos, virtuais e em nuvem.

Sobre a SUSE

SUSE®, pioneira em softwares de código aberto, oferece soluções confiáveis e interoperacionais em Linux e na nuvem que dão às empresas maior controle e flexibilidade. Mais de 20 anos de excelência em engenharia, serviço excepcional e um ecossistema incomparável de parceiros estão presentes em produtos e suporte que ajudam os nossos clientes a gerenciar a complexidade, reduzir os custos e oferecer serviços críticos seguros. Nossos duradouros relacionamentos nos permitem reunir a inovação e a inteligência necessárias para hoje e amanhã. Para obter mais informações, visite-nos em www.suse.com.

(C) 2013 SUSE LLC. All Rights Reserved. SUSE and the SUSE logo are registered trademarks and SUSE Studio is a trademark of SUSE LLC in the United States and other countries. All third-party trademarks are the property of their respective owners.

Fonte: AVNET

Oracle SPARC T5 e M5

Apresentamos os Servidores mais Rápidos do Mundo.

Recentemente, a Oracle apresentou a atualização completa de sua linha de servidores SPARC: Oracle SPARC T5 e M5, que executam Oracle Solaris e utilizam SPARC T5, o microprocessador mais rápido do mundo.

A seguir os detalhes deste lançamento:

  • Os servidores SPARC T5 e M5 da Oracle juntam-se aos servidores básicos SPARC T4 para completar a nova família SPARC da Oracle, que agora vai do entry-level ao high-end, passando pelos modelos midrange
  • Os novos servidores SPARC T5 já definiram 17 recordes mundiais
  • Os servidores SPARC T5 e M5-32 da Oracle incluem virtualização com sobrecarga zero por meio do Oracle VM Server for SPARC e gestão de sistemas unificados via Oracle Enterprise Manager Ops Center 12c , praticamente sem custo adicional com os serviços Oracle Premier Support
  • Os novos servidores e o Oracle Solaris oferecem confiabilidade, disponibilidade e serviços de manutenção (RAS) com o Oracle Solaris Guarantee Program
  • A nova linha de servidores SPARC entrega o melhor valor para os aplicativos empresariais e de bancos de dados

 

 

 

SPARC T5-8

  • É o servidor mais rápido para:
    • Oracle Database
    • Oracle Middleware com economia de 12 vezes no custo em relação ao IBM Power 780
    • A relação custo-benefício é 2,5 vezes melhor em comparação ao cluster de 3 nós IBM P780, quando se inclui os custos de  hardware e software
  • O preço é sete vezes melhor em comparação a uma configuração semelhante do IBM Power 780 para banco de dados de servidor para servidor 

SPARC M5-32

  • Oferece um custo 2,5 vezes menor em comparação a um sistema IBM com uma grande capacidade de entrada/saída e de memória para cargas de trabalho grandes e complexas, e consolidação de aplicativos
  • É até 10 vezes mais rápido que as gerações anteriores e oferece um domínio superior de hardware e capacidades RAS

Soluções Otimizadas

  • Oracle Optimized Solution for Oracle Database:  melhor valor para o Oracle Database. Por exemplo, atualiza e moderniza sua atual infraestrutura IBM Power 570 para alcançar economias de até US$ 4,8 milhões 
  • Oracle Optimized Solution for WebLogic Server: implementa rapidamente ambientes econômicos, seguros e de alto desempenho para aplicativos de missão crítica, com 3,4 vezes mais transações por hora do que o sistema IBM Power 780 da mesma categoria

Fonte: AVNET

Subcategorias