Equipes de engenharia de software mais eficazes, ou seja, que apresentam maior desempenho, oferecem resultados 53% melhores na experiência e produtividade dos funcionários. A Pesquisa de Eficácia da Equipe de Engenharia de Software da Gartner de 2020  revelou os 3 fatores que determinam a eficácia dessas equipes no cumprimento das metas de valor para as partes interessadas e capacidade de resposta. Segundo a pesquisa, os 3 fatores são: capacitação, habilidades críticas e liderança servidora.

Muitos líderes de engenharia de software têm dificuldade em saber o que determina o sucesso de uma equipe. Por vezes, acreditam que a localização física dos funcionários ou o controle de suas atividades pode trazer mais ou menos união e produtividade. Porém, segundo a pesquisa, esses fatores são pouco determinantes. Além desses elementos mais subjetivos, alguns líderes são propensos a creditar Agile , DevOps e automação para alto desempenho. Ainda assim, o Agile e o DevOps são tão amplamente adotados que fornecem pouca diferenciação. 

Na verdade, eles podem encontrar essas oportunidades com táticas que impulsionam a autonomia e a responsabilidade de suas equipes. Para torná-las mais eficazes, os líderes precisam permitir que as equipes moldem os padrões de engenharia, promovam habilidades críticas e atuem como líderes servidores. Assim, eles removem obstáculos e estabelecem contato com as partes interessadas, produzindo resultados superiores. Abaixo, daremos uma olhada mais de perto em como essas táticas funcionam.

Capacite as equipes para definir padrões

Os padrões de engenharia de software são importantes para reduzir riscos, custos e complexidade. Porém, se eles forem muito restritivos, podem impedir as equipes de alcançar objetivos de negócios mais amplos. Assim, para otimizar os benefícios e limitar as restrições, as equipes de engenharia de software devem participar da criação dos padrões. Dessa forma, eles podem criar o que funciona melhor para eles. O resultado os torna 23% mais eficazes do que seus colegas que não participam da configuração padrão. Atualmente, apenas 41% das equipes de engenharia de software estão envolvidas.

Tome cuidado ao abordar a experiência do usuário, a arquitetura, o design do banco de dados e os padrões de integração, já que essas questões exercem forte influência sobre a eficácia da equipe.

Promova habilidades críticas

Os líderes de engenharia de software devem garantir que suas equipes tenham as habilidades e competências críticas de que precisam para atingir seus objetivos. Dessa forma, as equipes serão mais independentes, o que reflete na diminuição de atrasos e melhoram os resultados. Como as necessidades de habilidades estão sempre mudando, bons líderes incentivam a versatilidade dos membros da equipe, de modo que todos sejam capazes de contribuir para uma variedade de atividades. O estudo da Gartner mostra que equipes com membros versáteis são 18% mais eficazes do que equipes formadas por especialistas.

Assim, uma maneira de desenvolver a versatilidade é incentivar sua equipe a assumir novas funções que lhes permitam desenvolver habilidades fora de sua área de especialização atual. Equipes com membros que fazem isso são 11% mais eficazes.

Pratique a liderança servil

Quando vários membros da equipe são forçados a gastar tempo coordenando atividades ou cumprindo responsabilidades administrativas, sobra menos tempo para atividades que agregam valor. Logo, as equipes cujos líderes assumem essas atividades são mais eficazes. Quando os líderes identificam e resolvem obstáculos , por exemplo, suas equipes são 16% mais eficazes. Da mesma forma, quando os líderes assumem a coordenação com as partes interessadas, como gerentes de projeto ou parceiros de governança, a eficácia da equipe aumenta em 11%.

Fonte: Gartner

Amanda Borba
Últimos posts por Amanda Borba (exibir todos)